Pensamentos e Sentimentos - Revisitado

De vez em quando rola uma vontade de reescrever o que já foi lido. Quando isso acontece, vou no meu baú de postagens e tento dar uma renovada. O texto a seguir foi baseado na postagem Pensamentos e Sentimentos, escrito em 4 de maio de 2005. Seis anos podem transformar uma pessoa, pode acreditar...


Sentimentos sempre tentam nos enlouquecer. Estou "esperando um filho", e não sei mais o que sentir. Sinto medo, frustração, dor, alegria, medo e gratidão. Sempre fui um redemoinho de sentimentos. Achei que com o tempo, as coisas iam melhorar, mas depois de um tempo percebi que a tendência é piorar. Mas uma coisa é certa: sentimentos não melhoram; nós é que aprendemos a lidar com eles. Eles continuam sendo assim, sem causa nem motivo aparente, e só os percebemos quando vêm à tona, como a onda que quebra no mar ou como o broto que rompe a terra. Mas é você que decide o que fazer com aquilo que o sentimento lhe proporciona. Eles podem levá-lo à redenção ou à perdição, basta você escolher.

Sentimentos são estranhos. Feridas que doem e não são vistas, Expostas, latejando e causando sofrimento; Assim são os sentimentos.

Não se conhece a causa, Conhece-se apenas os sintomas. Seu diagnóstico é incerto, Complicado.

Pode levar à morte, Ou à redenção e cura, Sentimentos são assim, Sentidos, estranhos.
Post a Comment

Popular posts from this blog

And what if I start writing in English?