03 novembro 2015

Quando a negra passa e a gente nem percebe

Hoje pelo Facebook, pude ver um vídeo sobre os 100 anos de cortes de cabelo masculinos dos EUA, do canal WatchCut no Youtube.

Daí, fui dar uma olhada no canal, e vi que eles fazem retrospectiva de vários países e vários tipos de pessoas, seja fazendo penteados em modelos, seja através de pesquisa de imagens.

Encontrei um vídeo que compara os cortes de cabelos de brancas e negras. Achei bem legal, porém, fiquei meio puto ao perceber que muita coisa das negras eu perdi, eu não lembrava e sequer havia percebido. Quando chega aos anos 2000s, fiquei espantado, porque vi um penteado de tranças muito usado por protagonistas de sitcom, mas que eu nunca enxerguei como um estilo de cabelo negro. Simplesmente era um estilo de cabelo daqueles personagens.

Posso estar caçando pelo em ovo, como dizem, mas eu fiquei meio chateado em descobrir que eu conheço muitos cortes de cabelos de brancas, mas não conheço muito, ou nunca havia percebido, cortes de cabelo de negras. Eu acho que isso acontece porque a mídia superexpõe a imagem do branco, enquanto o negro, pelo menos na grande mídia, resume-se a sitcoms, os famosos seriados de comédia de famílias negras dos EUA, como "Um Maluco no Pedaço" e "Eu, a Patroa e as Crianças".

Abaixo, o vídeo comparando os cabelos de brancas e negras.


E você, se surpreendeu?

Qual corte de cabelo achou mais legal? Já usou algum deles?

Deixe aqui embaixo seus comentários ;)
Postar um comentário