23 outubro 2012

A Palavra – Uma Parábola ou Algo Assim « Estranho mundo de ROD!

A Palavra tem sido pouco valorizada - ou pelo menos pouco reconhecida - em nossa sociedade. Todos escreveu (mal), falam (pior ainda), mas nem percebem que tudo o que realizam começa pela palavra. Antes da palavra ser na sua boca, ela já é na sua mente. Se o mundo existe, é porque demos um nome para ele, com palavras.

Sociedades tidas como ultrapassadas sabem disso muito bem, e ainda divinificam a palavra da forma como fazíamos e deveríamos continuar fazendo (dentro do nosso contexto).

A Palavra – Uma Parábola ou Algo Assim « Estranho mundo de ROD!:

'via Blog this'

06 junho 2012

Eu me amo

"(...) Amar seu cão é fácil mesmo,  e quando se compara a algumas pessoas, isso se torna ainda mas fácil. Afinal, seu cão come quando você dá comida, ele fica bonito quando você o deixa bonito, você brinca com ele quando quer. Mas se você o deixar sujo, com fome, e abandonado ele simplesmente não faz nada.
Mas com o ser humano é diferente, ele responde, ele tem expectativas, e as vezes cobra você. (...)"
(Comunidade Remanescentes)

Faz muito tempo que não apareço aqui. Acho que vai pra mais de um ano, ou quase um ano. Enfim, faz tempo pra diacho. Trabalho, filho novo (que hoje completa 1 ano - PARABÉNS!), muita coisa acontecendo, e a gente fica meio sem tempo pra pensar.

Estava lendo o site da Comunidade Remanescentes, já citada no trecho acima, e estive pensando em como o ser humano é egoísta até na hora de fazer o bem.

20 março 2012

A Alegria de Cinzas


Não, eu ainda não acredito em vida após a morte. Melhor: acredito na vida após a morte, mas não acredito no contato entre os espíritos e os seres humanos "deste plano". O dono do blog ao qual irei me referir a seguir sabe disso. Ele é cristão espírita. Eu, apenas um cristão, que já foi protestante e que hoje prefere não ser mais nada além de cristão (correndo o risco de estar queimando o filme de Jesus). Mas isso nunca impediu que compartilhássemos pensamentos e opiniões. Uma delas é sobre o Carnaval e sobre o Amor ao próximo.
Não tenho nada contra o Carnaval enquanto expressão cultural, mas que um monte de gente afoga as mágoas na miséria do carnaval (isso foi uma citação do grupo de rap APC 16), ah, isso tem.
A seguir um texto publicado no blog do mano Vinicius. Não me importa da onde esse texto veio (gente "viva", espíritos de outro plano, etc.). O que mais importa pra mim é pra onde ele vai...
Não deixe de visitar o blog Spirito de Vero para mais conteúdo espírita de qualidade...
-------------------
A Alegria de Cinzas

A busca da alegria que não lhe pertence termina na quarta feira de cinzas.

Alegria, alegria, vou a você. Não a tenho, não faz parte de mim, mas está solta, viva, arrebatando súditos em muitos como eu.

A rua, a música, a dança, sorrisos, gritos, suor, tudo contagia. Os problemas não existem, os estranhos comungam do mesmo êxtase. Vivemos, todos, o mesmo palco, a mesma estória, a mesma fantasia.

Vale tudo. Passado e futuro, agora, não fazem parte de mim. Só vale o presente, mesmo que macule o que fui, mesmo que interrompa o caminho que vinha construindo.

Bebo, fumo, cedo a todas as tentações, vícios, “erros”... Nada nem ninguém pode me controlar. Só atendo à minha vontade, custe o que custar. Ignoro responsabilidades. Logo se desligarão os aparelhos, as músicas, e tudo voltará ao sofrimento obrigatório que a vida “normal” me impõe. Por que, então, não aproveitar a alegria passageira desses poucos dias?

Sim, sei que essa alegria não é minha, está fora de mim. Mas é a alegria que eu consigo ver, viver, abraçar e sonhar, como se fosse uma verdade permanente. Mesmo que acabe amanhã, em cinzas...

Amanhã, serão varridas e lavadas as ruas das farras.

Amanhã ou depois, acordarão pessoas em hospitais, na Terra e Além.

Amanhã ou depois, consequências e arrependimentos às vidas já sofridas. O custo da alegria, da falsa e momentânea alegria, é a tristeza. E há consequências irreversíveis, que mesmo muita tristeza e sofrimentos não corrigem. Não é o que desejamos. Porém, é o risco procurado por grande parcela da Humanidade, que ainda não se abriu à alegria e felicidade íntima, da alma, do espírito. A grande alegria da paz interior, da retidão de atos e pensamentos, da vida dedicada ao amor por si e por todos.

A felicidade existe em todos os corações que vivem o Amor. Mesmo nas quartas feiras de cinzas.

  
Mensagem recebida pelo médium Beto.
Recebida por via psicográfica na 109ª Reunião do
Grupo Interplanos Chico Xavier em 08/03/2011

08 janeiro 2012

Ser Pensante: Refazer



Ser Pensante: Refazer: Um dia estive nas trevas tendo a plena convicção de que estava na luz e de que, quem não estivesse comigo estava nas trevas.Muitos me acompanhavam. Hoje, sinto-me como quem caminha em meio à claridade da Verdade. Porém, bem menos acompanhado que anteriormente.


...


O princípio da honestidade, pelo que tenho aprendido a curtos, porém relevantes passos, está na humildade e na ousadia. Humildade para reconhecer não saber tudo. Ousadia para não precisar saber tudo, em meio aos que crucificam quem não se vê com toda a Verdade do universo em suas mãos.


Leia o restante deste post, bem como outros posts deste mesmo autor, e de outros, em http://maisumpensante.blogspot.com