30 dezembro 2005

Feliz ano novo.

Olá, pessoal.

Não quero escrever um e-mail "enchedor de lingüiças". Vou ser bem direto.

Gostaria de desejar um ótimo fim-de-ano e um excelente início-de-ano a todos com os quais entrei em contato este ano: amigos novos, amigos "da antiga", familiares, colegas de trabalho, parceiros profissionais, contatos de revistas e fanzines, sites, enfim, a todos, sem excessão.

Gostaria de lembrá-los que o ano novo não é mágico, mas depende de cada um de nós para dar certo. Não há uma fórmula, simpatia, ou "jeitinho" que faça com que você acorde no dia primeiro e tudo "dê certo". Tudo depende do esforço de cada um de nós.

A situação do país está ruim? O emprego foi pro espaço? Brigou com a(o) namorada(o)? Perdeu tudo o que tinha? Tudo só vai melhorar se você colocar a mão na massa e tentar mudar. (E você conseguirá...)

A Bíblia nos diz que o Sol nasce sobre a cabeça de todos, sobre os bons e os maus, sobre justos e injustos. Ou seja, ninguém é melhor do que ninguém. Se você tem tentado algo novo, tem tentado vencer, continue: você pode estar no fim de uma página ou de um "capítulo chato" da história da sua vida, prestes a virar a página; o oásis pode estar logo após o monte, basta você dar mais alguns passos...

Lembre-se que Deus e Jesus Cristo (que é Deus em forma de gente), estão prontos pra ajudá-lo, independente da sua religião, independente se você crê ou não Neles; eles são como o ar e a água: independem da sua vontade e são essenciais para a sua vida...

Gostaria de lembrar também que os amigos estão aí pra ajudar. Também lí na Bíblia que quando duas pessoas andam juntas, é muito melhor, pois se uma cai, a outra a ajuda a se levantar, e se alguém luta contra uma, a outra ajuda na luta. Elas, juntas, podem dividir o peso da carga e caminhar mais rapidamente para o seu objetivo. Por iss, lembrem-se que eu estarei aqui sempre para o que der e vier, e espero que vocês também estejam aí....

Disse que não ia demorar, ms já escrevi demais...

Sem mais, quero reafirmar o voto de um feliz ano novo com muita garra e fé para todos os que, de alguma forma, entraram em contato comigo.

Muita paz, amor e dedicação para vocês, e que Deus os abençoe grandiosamente, em nome de Jesus.

--
Amauri A. Silva
Portuguese<>English<>Spanish translator and proofreader and a "full-time-friend".

http://amaurialves.blogspot.com

20 dezembro 2005

ADDICTED

Bom, já era pra eu tá dormindo faz uma hora. Acabei de tomar um banho, me enxuguei, me troquei, e quando tava indo pra cama, pensei: "por que não olhar os e-mails? Serão 'só' alguns minutinhos..." A verdade é que esses "minutinhos" já somam mais de uma hora... É um vício desgraçado que consome todos os fracos, como eu. Mas tem gente pior. O Julinho do Contra Pane, por exemplo. O cara fica sem comer mais não fica sem ir para a la house... Mas eu não vim até aqui para falar da vida dos outros. Já que estou escrevendo, vou falar de algumas coisas que estou preparando para o fim da semana que vem (na verdade, eu acho que só vou postar resenhas aqui novamente no ano que vem, mas o que vale é a intenção. Até porque ninguém vai acessar esse blog mais esse ano...). Pra começar, você que não viu a entrevista do Batista da banda Antidemon na revista Valhalla vai poder lê-la na integra aqui no meu blog. Não quero fazer nada de errado, por isso pedi autorização pro Vinícius, editor da Valhalla, e ele me autorizou. Além disso, colocarei a resenha de duas pérolas do metal nacional aqui. uma delas é o Azbuk, do paulistano Douglas, do Itaim Paulista, que destila um som extremo viceral, que lembra os primórdios do black metal. O outro é o Distarnish, que mostra que muita coisa boa e pesada pode vir do Sul. Além disso estou preparando uma resenha do filme "King Kong", o qual fui assistir na sexta passada. Como disse para alguns colegas, foi o único filme, em toda minha vida, que eu assiti e saí depressivo do cinema... Agora deixa eu ir dormir. Daqui a pouco é hora de ir trabalhar (ô, exagero...) e eu tô morrendo de sono... Para não perder o "fio da meada" (não sei o que significa essa tal da "meada", mas minha mãe sempre fala), Aguardem as novidas do primeiro semestre do ano que vem: gravação do "JC in da House", "Contra Pane" ainda mais ligado e velho-sangue-novo no metal com "WarHead". Até mais, pessoal. Ah, e pra não perder o costume, embora eu sei que vocês não farão, deixe um COMENTÁRIO...

10 dezembro 2005

O Exorcismo de Emily Rose

Esse não chega a ser um filme que mexa com os sentimentos. Dá uns sustos, mas não passa disso .“O Exorcismo de Emily Rose” é um filme com boa história, mas que engana aos amantes do terror, contudo, vale a pena ser assistido, pois levá-nos a questionamentos basicos, do tipo "o que é certo e o que é errado na hora de salvar uma vida"? "Devemos dar ouvidos sempre à razão, ou uma dose de fé poder fazer efeito nas horas em que nada resolve"?

O filme baseia-se no, segundo a sinopse do próprio filme, único caso de exorcismo reconhecido pela igreja católica nos tempos contemporâneos. Ele conta a história de um padre que é acusado por ter feito com que Emily seguisse seu conselho de ser exorcizada para ser liberta dos ataques esquisofrênico-epiléticos que vinha tendo em vez de ser tratada por médicos. A partir daí, o padre passa a ser julgado, e a cada apresentação de testemunhas e provas, é conhecido um pouco mais de Emilie e do que ela sentia.

É um filme que mexe mais com o consciente do que com o subconsciente, pois trás em si o questionamento de “até quando a fé deve ser levada em conta? Até quando respeitar o direito da fé das pessoas antes de tentar uma medida mais ‘palpável’”?

Como já disse, é um filme que vale a pena, com uma boa história, que dá alguns sustos, mas que não satisfaz no quesito “medo de verdade” (terror). Neste quesito, eu ainda prefiro “O Grito”.

Aliás, falando em cinema japonês, vocês já leram o mangá “Ring - O Chamado” lançado pela Conrad Editora? Pois se não leram, não sabem o que estão perdendo.

Com arte de MIsao Inagaki, história adapatada por Koji Suzuki e roteiro de Hiroshi Takahashy, este é um mangá ótimo para quem nunca leu o gênero "terror" em quadrinhos. Muitos podem dizer, como já me disseram: mas uma revista não dá susto, dá?! Aí é que está: ela não tem efeitos especiais, porém, a cada comentário, cada fala, cada figura, você sente a adrenalina subindo cada vez mais. Outro ponto positivo do mangá é o fato de que ele explica, de uma maneira mil vezes mais coerente do que o filme americano, porque a fita existe e quem matou quem, afinal. Tá certo que é diferente do filme japonês também, mas é muito bom. Eu assisti o filme americano, o japonês e li o mangá. Dos três, fico com o mangá, disparado na frente. Só falta ler o livro, que eu ainda não tive tempo de procurar uma versão em inglês (será que tem?).
Esta é a capa da número um...

...e esta a do número dois, que completa a série.

Até mais, pessoal.

Ah, e não esqueçam de deixar um comentário, hein?! Digam se assistiram ao filme, leram a revista, se gostaram ou não, enfim, escrevam =D

04 dezembro 2005

Marcas do que se foi.

Olá pessoal, O ano acaba daqui 17 dias, mas para a galera do oitavo semestre de tradutor intérprete da UNINOVE, o ano já terminou (pelo menos pra maioria, mas pra quem ainda tá de exame, fiquem calmos: tudo vai dar certo). Esse ano, pelo menos para essa galera, o Reveillon terá um gostinho especial (imaginou janeiro com 400 paus a mais no bolso???). Lembre-se, haverá marcas do passamos, e teremos muitos sonhos para o futuro, mas só conseguiremos concretizar o que sonhamos, e aproveitar as marcas do passado se fizemos algo novo a cada dia. Por isso, não fiquemos parados. Lutemos com todas as forças para um futuro melhor (votem em mim...). PARABÉNS, FORMANDOS DE 2005. Vejam as fotos abaixo:
A galera reunida: Ulisses; Evelina; Edivaneide; Vanessa; Humberto; Eu; Alessandra; Cristiane; Cecília; Nancy; Carol; Ellen; Priscila; Mayra; Marciana; Sandra; Viviane; Agnes; Valdirene; Sílvia; Edite; Márcia; Elda; Ana Cláudia e Marcela. A Sandra com a "criatura docente"... O Ulisses, só de rolê: "sente o relaxo"... Triozinho inseparável. Olha a cara desses aí, tipo, "é comigo?" O Ulisses tá com cara de Michael Jackson dando entrevista... "eu não fiz nada com esse menino"... Olha as meninas posando pra foto: que "crasse", hein?! Detalhe da Cecília na janela da porta, pique filme de terror... Olha os quatro aí de novo, mas agora o Ulisses foi espertinho, me trocou pela Marcela. Foi tão esperto que está "dormindo" em seu ombro, tsc, tsc, tsc,... Olha como a amizade é linda... Destaque da Cecília: "Monalisa's Smile". Que casal mais lindo... Ah, e a professora Elaine, é claro (como sou esquecido...) Não me perguntem o que aconteceu comigo: eu estou "estranho" nessa foto... E pra fechar o Cláudio: olha suas bochechinhas rosadas... êta sorrizim forçado, hein, Amauri...
Bom, é isso aí galera. Foi bom enquanto durou. A vocês, um ótimo fim de ano e um futuro cheio de bênçãos e vitórias. Fui...

03 dezembro 2005

IH, DEU ZEBRA (e não é a zebrinha do Fantástico

É isso aí: final de brasileirão, o Corinthians a um passo de vencer o campeonato, e sabe o que eu acho? ACHO QUE VAI DAR A MAIOR ZEBRA. Se a Amanda (minha cunhada), torcedora febril do Corinthians, me pega escrevendo um negócio desses ela me mata, mas eu acho que o Timão (do qual sou torcedor) vai fazer um joguinho idiota lá em Goiânia, vai perder e voltar com o "rabito" entre as pernas. E sabe por que eu acho isso? Simples. As coisas estão muito enroladas pro lado do time do Pq. S. Jorge. Para quem tinha tudo para ganhar muito na frente, que foi líder isolado durante tanto tempo, agora o Timão está numa situação lastimável. Também, quer saber o que eu acho? Eu quero mais é que o Corinthians se exploda, não só o Corithians, mas todo o futebol brasileiro, que é um showzinho, pura patifaria de cartas marcadas. É isso aí. Acho que agora vou dormir. Até mais.

INIMIGO EXPLÍCITO

Bom, gostaria de avisar que agora estarei com um pouquinho mais de tempo, uma vez que praticamente terminei o meu curso de graduação (faculdade). Agora terei tempo para postar mais aqui neste Blog, ainda que não tenha feedback de "Seu Ninguém". (Acho que eu reclamo muito, não?! Você acha que eu reclamo muito? Dane-se você e o que você acha, essa é que é a verdade...) Bom, em primeiro lugar, mesmo que não queira, já comecei a fazer a lista de determinações para o ano que vem, e a primeira coisa da minha lista é "Ano que vem não vou participar de amigo secreto". Estou chegando à conclusão de que amigo secreto (ou amigo oculto, para o resto do Brasil) é um verdadeiro "pé no saco". Qual é o verdadeiro significado do "amigo secreto"? Se medisserem que é "a confraternização entre amigos no trabalho", digo-lhes que isso é mentira. Lá no trampo mesmo, o amigo secreto é simplesmente um "já que todo mundo participa, eu também participo". Ninguém quer realmente agradar o próximo, mas quer agradar a si mesmo. Todos pensam mais em "será que vou receber um presente que pague o tanto que gastei com o presente que comprei"? Sinceramente, eu não vou pedir nada. Aquele que metirar, dê o que quiser, o que achar melhor. Eu vou comprar um presente o qual imagino que a pessoa que eu tirei vá gostar. Ela também não pediu nada naquela lista infeliz em que o idiota do Ulisses (pleonasmo) pediu, achando que estava fazendo a piada mais engraçada do mundo, uma "brasília 66" (hahaha...) É isso mesmo o que parece: a cada ano que passa eu fico co mais nojo desse "carnaval natalino" que temos aqui. Amigos, só se estivermos sendo amigos de maneira secreta, mesmo, porque o que eu vejo são "inimigos explícitos"...

MAIS DE 300 ACESSOS/ANO: UM RECORDE PESSOAL

Em primeiro lugar, gostaria de agradecer os mais de 300 acessos que recebi este ano no meu blog. Obrigado, mesmo, ainda que sejam leitores "fantasmas", os quais não se identificam, nunca deixam comentários, mas que pelo menos olham minha foto quando entram na página mesmo que seja por engano (até porque acho que seria muito que quase uma pessoa por dia acessasse meu blog por engano). Obrigado mais uma vez, pois esse é um recorde quebrado para mim.