01 novembro 2005

Stryper: renascendo de uma maneira bem mais modesta do que o esperado.

O Stryper está fazendo uma turnê pelos Estados Unidos, porém eles estão longe dos grandes palcos. Agora eles tocam apenas em pequenas igrejas, com exibições acústicas de grandes sucessos. Isso é bom para que o novo baixista, Tracy Ferrie, vá se acostumando aos poucos a uma grande banda, embora eu pense que o Stryper nunca mais será o mesmo. Ferrie tem trinta e oito anos, já tocou com Dez Dickerson (nome conhecido dos mais antigos na cena), tentou tocar duas vezes no Whitecross, sentindo a reprovação de Rex Carroll. Depois disso, tocou numa banda chamada Seriah. e num belo dia seu currículo foi parar nas mãos de Michael Sweet, que o convocou para tocar na banda.
Em breve trarei a tradução da entrevista feita pelo site http://www.stryper.com, onde você pode obter mais informações sobre o novo disco do Stryper, Reborn, e mais informações sobre a banda e turnês.
 
Até mais.
Postar um comentário