12 outubro 2005

Wallace e Gromit - A Batalha dos Vegetais (Wallace & Gromit - Curse of the Were-Rabbit)

Vérspera de Feriado,... ...depois de uma aula chata (teve prova - quer mais chatísse do que isso?!), como eu havia premeditado durante todo o dia, arrastei a Sandra para o cinema (como se isso fosse difícil : é o mesmo que oferecer açucar à formiga...). Chegamos ao cinema por volta das dez e meia. A sessão era à 00h25. Compramos os ingressos e fomos para o saguão do Cinemark. Ah, sim, estávamos, pra variar, no Shopping D. Diga-se de passagem, parece que o atendimento no Cinemark de lá cai em vésperas de feriado. Também, pudera: imagine-se tendo que trabalhar até às 2 da matina, enquanto pessoas se divertem, pensando no dia seguinte — ter que trabalhar no feriado. Ninguém agüenta. Queríamos cachorro-quente. Não tinha. Pão de queijo? Acabou. Bom, pelo menos tinha café (aguado, mas tinha). Depois de uma hora e quarenta esperando o horário do filme, compramos a pipoca (encharcada com aquele líquido oleoso que eles insistem em chamar de "manteiga", o qual me dá uma dor de barriga e enjôos) e fomos para a sala. Eu já fui em sessões vazias, mas aquilo nunca acontecera comigo: uma sala vazia, SÓ PARA MIM E PARA MINHA NOIVA. Ueeeba, foi uma maravilha. Parecia que eu estava na sala de casa, com o sistema de home theater do Bill Gates. Eu assisti, comentei sobre o filme, e ninguém me mandou calar a boca. (Nem a Sandra, rsrsrs...) O filme? Bom, não é nada muito espantoso, não há técnicas miraculosas de gênios da animação gráfica, o Mike Myers (ou o — sic — Bussunda) não "emprestou" sua voz para o desenho, ná há burros que contam piadas como o Edie Murphy, mas há o que Ogro nenhum nunca terá: simplicidade e alma! Isto mesmo, Gromit, embora não passe de uma careta com dois olhos, consegue exprimir-se de maneira invejável, passando um sentimentalismo e emotividade incríveis, fazendo com que demos boas gargalhadas e ainda conseguindo nos sensibilizar a respeito da matança de animais. O cenário é a Inglaterra, numa cidade onde, dentro de alguns dias, ocorrerá uma competição de vegetais: os maiores vegetais serão premiados. Porém uma praga de coelhos ataca a cidade e Wallace e seu fiel companheiro Gromit (ou seria ao contrário?) estão incumbidos de acabar com a praga. Porém no meio dessa confusão, algo muito estranho e assustador acontece, e Gromit te que tentar estabelecer a ordem daquela cidade. Além do desenho ser muito bom, a DreamWorks decidiu nos presentear (ou decidiu nos dar o que nós merecemos pelo preço que pagamos), exibindo o desenho dos "Pingüins de Madagascar". Isso mesmo, os pingüins reacionários do desenho Madagascar estão num super curta muito engraçado, exibido antes de W&G. Fica aí a dica, então: quem está a fim de dar algumas boas gargalhadas sem piadas de duplo sentido e com muita simplicidade não pode deixar de assitir "Wallace e Gromit - A Batalha dos vegetais).
Postar um comentário