30 dezembro 2005

Feliz ano novo.

Olá, pessoal.

Não quero escrever um e-mail "enchedor de lingüiças". Vou ser bem direto.

Gostaria de desejar um ótimo fim-de-ano e um excelente início-de-ano a todos com os quais entrei em contato este ano: amigos novos, amigos "da antiga", familiares, colegas de trabalho, parceiros profissionais, contatos de revistas e fanzines, sites, enfim, a todos, sem excessão.

Gostaria de lembrá-los que o ano novo não é mágico, mas depende de cada um de nós para dar certo. Não há uma fórmula, simpatia, ou "jeitinho" que faça com que você acorde no dia primeiro e tudo "dê certo". Tudo depende do esforço de cada um de nós.

A situação do país está ruim? O emprego foi pro espaço? Brigou com a(o) namorada(o)? Perdeu tudo o que tinha? Tudo só vai melhorar se você colocar a mão na massa e tentar mudar. (E você conseguirá...)

A Bíblia nos diz que o Sol nasce sobre a cabeça de todos, sobre os bons e os maus, sobre justos e injustos. Ou seja, ninguém é melhor do que ninguém. Se você tem tentado algo novo, tem tentado vencer, continue: você pode estar no fim de uma página ou de um "capítulo chato" da história da sua vida, prestes a virar a página; o oásis pode estar logo após o monte, basta você dar mais alguns passos...

Lembre-se que Deus e Jesus Cristo (que é Deus em forma de gente), estão prontos pra ajudá-lo, independente da sua religião, independente se você crê ou não Neles; eles são como o ar e a água: independem da sua vontade e são essenciais para a sua vida...

Gostaria de lembrar também que os amigos estão aí pra ajudar. Também lí na Bíblia que quando duas pessoas andam juntas, é muito melhor, pois se uma cai, a outra a ajuda a se levantar, e se alguém luta contra uma, a outra ajuda na luta. Elas, juntas, podem dividir o peso da carga e caminhar mais rapidamente para o seu objetivo. Por iss, lembrem-se que eu estarei aqui sempre para o que der e vier, e espero que vocês também estejam aí....

Disse que não ia demorar, ms já escrevi demais...

Sem mais, quero reafirmar o voto de um feliz ano novo com muita garra e fé para todos os que, de alguma forma, entraram em contato comigo.

Muita paz, amor e dedicação para vocês, e que Deus os abençoe grandiosamente, em nome de Jesus.

--
Amauri A. Silva
Portuguese<>English<>Spanish translator and proofreader and a "full-time-friend".

http://amaurialves.blogspot.com

20 dezembro 2005

ADDICTED

Bom, já era pra eu tá dormindo faz uma hora. Acabei de tomar um banho, me enxuguei, me troquei, e quando tava indo pra cama, pensei: "por que não olhar os e-mails? Serão 'só' alguns minutinhos..." A verdade é que esses "minutinhos" já somam mais de uma hora... É um vício desgraçado que consome todos os fracos, como eu. Mas tem gente pior. O Julinho do Contra Pane, por exemplo. O cara fica sem comer mais não fica sem ir para a la house... Mas eu não vim até aqui para falar da vida dos outros. Já que estou escrevendo, vou falar de algumas coisas que estou preparando para o fim da semana que vem (na verdade, eu acho que só vou postar resenhas aqui novamente no ano que vem, mas o que vale é a intenção. Até porque ninguém vai acessar esse blog mais esse ano...). Pra começar, você que não viu a entrevista do Batista da banda Antidemon na revista Valhalla vai poder lê-la na integra aqui no meu blog. Não quero fazer nada de errado, por isso pedi autorização pro Vinícius, editor da Valhalla, e ele me autorizou. Além disso, colocarei a resenha de duas pérolas do metal nacional aqui. uma delas é o Azbuk, do paulistano Douglas, do Itaim Paulista, que destila um som extremo viceral, que lembra os primórdios do black metal. O outro é o Distarnish, que mostra que muita coisa boa e pesada pode vir do Sul. Além disso estou preparando uma resenha do filme "King Kong", o qual fui assistir na sexta passada. Como disse para alguns colegas, foi o único filme, em toda minha vida, que eu assiti e saí depressivo do cinema... Agora deixa eu ir dormir. Daqui a pouco é hora de ir trabalhar (ô, exagero...) e eu tô morrendo de sono... Para não perder o "fio da meada" (não sei o que significa essa tal da "meada", mas minha mãe sempre fala), Aguardem as novidas do primeiro semestre do ano que vem: gravação do "JC in da House", "Contra Pane" ainda mais ligado e velho-sangue-novo no metal com "WarHead". Até mais, pessoal. Ah, e pra não perder o costume, embora eu sei que vocês não farão, deixe um COMENTÁRIO...

10 dezembro 2005

O Exorcismo de Emily Rose

Esse não chega a ser um filme que mexa com os sentimentos. Dá uns sustos, mas não passa disso .“O Exorcismo de Emily Rose” é um filme com boa história, mas que engana aos amantes do terror, contudo, vale a pena ser assistido, pois levá-nos a questionamentos basicos, do tipo "o que é certo e o que é errado na hora de salvar uma vida"? "Devemos dar ouvidos sempre à razão, ou uma dose de fé poder fazer efeito nas horas em que nada resolve"?

O filme baseia-se no, segundo a sinopse do próprio filme, único caso de exorcismo reconhecido pela igreja católica nos tempos contemporâneos. Ele conta a história de um padre que é acusado por ter feito com que Emily seguisse seu conselho de ser exorcizada para ser liberta dos ataques esquisofrênico-epiléticos que vinha tendo em vez de ser tratada por médicos. A partir daí, o padre passa a ser julgado, e a cada apresentação de testemunhas e provas, é conhecido um pouco mais de Emilie e do que ela sentia.

É um filme que mexe mais com o consciente do que com o subconsciente, pois trás em si o questionamento de “até quando a fé deve ser levada em conta? Até quando respeitar o direito da fé das pessoas antes de tentar uma medida mais ‘palpável’”?

Como já disse, é um filme que vale a pena, com uma boa história, que dá alguns sustos, mas que não satisfaz no quesito “medo de verdade” (terror). Neste quesito, eu ainda prefiro “O Grito”.

Aliás, falando em cinema japonês, vocês já leram o mangá “Ring - O Chamado” lançado pela Conrad Editora? Pois se não leram, não sabem o que estão perdendo.

Com arte de MIsao Inagaki, história adapatada por Koji Suzuki e roteiro de Hiroshi Takahashy, este é um mangá ótimo para quem nunca leu o gênero "terror" em quadrinhos. Muitos podem dizer, como já me disseram: mas uma revista não dá susto, dá?! Aí é que está: ela não tem efeitos especiais, porém, a cada comentário, cada fala, cada figura, você sente a adrenalina subindo cada vez mais. Outro ponto positivo do mangá é o fato de que ele explica, de uma maneira mil vezes mais coerente do que o filme americano, porque a fita existe e quem matou quem, afinal. Tá certo que é diferente do filme japonês também, mas é muito bom. Eu assisti o filme americano, o japonês e li o mangá. Dos três, fico com o mangá, disparado na frente. Só falta ler o livro, que eu ainda não tive tempo de procurar uma versão em inglês (será que tem?).
Esta é a capa da número um...

...e esta a do número dois, que completa a série.

Até mais, pessoal.

Ah, e não esqueçam de deixar um comentário, hein?! Digam se assistiram ao filme, leram a revista, se gostaram ou não, enfim, escrevam =D

04 dezembro 2005

Marcas do que se foi.

Olá pessoal, O ano acaba daqui 17 dias, mas para a galera do oitavo semestre de tradutor intérprete da UNINOVE, o ano já terminou (pelo menos pra maioria, mas pra quem ainda tá de exame, fiquem calmos: tudo vai dar certo). Esse ano, pelo menos para essa galera, o Reveillon terá um gostinho especial (imaginou janeiro com 400 paus a mais no bolso???). Lembre-se, haverá marcas do passamos, e teremos muitos sonhos para o futuro, mas só conseguiremos concretizar o que sonhamos, e aproveitar as marcas do passado se fizemos algo novo a cada dia. Por isso, não fiquemos parados. Lutemos com todas as forças para um futuro melhor (votem em mim...). PARABÉNS, FORMANDOS DE 2005. Vejam as fotos abaixo:
A galera reunida: Ulisses; Evelina; Edivaneide; Vanessa; Humberto; Eu; Alessandra; Cristiane; Cecília; Nancy; Carol; Ellen; Priscila; Mayra; Marciana; Sandra; Viviane; Agnes; Valdirene; Sílvia; Edite; Márcia; Elda; Ana Cláudia e Marcela. A Sandra com a "criatura docente"... O Ulisses, só de rolê: "sente o relaxo"... Triozinho inseparável. Olha a cara desses aí, tipo, "é comigo?" O Ulisses tá com cara de Michael Jackson dando entrevista... "eu não fiz nada com esse menino"... Olha as meninas posando pra foto: que "crasse", hein?! Detalhe da Cecília na janela da porta, pique filme de terror... Olha os quatro aí de novo, mas agora o Ulisses foi espertinho, me trocou pela Marcela. Foi tão esperto que está "dormindo" em seu ombro, tsc, tsc, tsc,... Olha como a amizade é linda... Destaque da Cecília: "Monalisa's Smile". Que casal mais lindo... Ah, e a professora Elaine, é claro (como sou esquecido...) Não me perguntem o que aconteceu comigo: eu estou "estranho" nessa foto... E pra fechar o Cláudio: olha suas bochechinhas rosadas... êta sorrizim forçado, hein, Amauri...
Bom, é isso aí galera. Foi bom enquanto durou. A vocês, um ótimo fim de ano e um futuro cheio de bênçãos e vitórias. Fui...

03 dezembro 2005

IH, DEU ZEBRA (e não é a zebrinha do Fantástico

É isso aí: final de brasileirão, o Corinthians a um passo de vencer o campeonato, e sabe o que eu acho? ACHO QUE VAI DAR A MAIOR ZEBRA. Se a Amanda (minha cunhada), torcedora febril do Corinthians, me pega escrevendo um negócio desses ela me mata, mas eu acho que o Timão (do qual sou torcedor) vai fazer um joguinho idiota lá em Goiânia, vai perder e voltar com o "rabito" entre as pernas. E sabe por que eu acho isso? Simples. As coisas estão muito enroladas pro lado do time do Pq. S. Jorge. Para quem tinha tudo para ganhar muito na frente, que foi líder isolado durante tanto tempo, agora o Timão está numa situação lastimável. Também, quer saber o que eu acho? Eu quero mais é que o Corinthians se exploda, não só o Corithians, mas todo o futebol brasileiro, que é um showzinho, pura patifaria de cartas marcadas. É isso aí. Acho que agora vou dormir. Até mais.

INIMIGO EXPLÍCITO

Bom, gostaria de avisar que agora estarei com um pouquinho mais de tempo, uma vez que praticamente terminei o meu curso de graduação (faculdade). Agora terei tempo para postar mais aqui neste Blog, ainda que não tenha feedback de "Seu Ninguém". (Acho que eu reclamo muito, não?! Você acha que eu reclamo muito? Dane-se você e o que você acha, essa é que é a verdade...) Bom, em primeiro lugar, mesmo que não queira, já comecei a fazer a lista de determinações para o ano que vem, e a primeira coisa da minha lista é "Ano que vem não vou participar de amigo secreto". Estou chegando à conclusão de que amigo secreto (ou amigo oculto, para o resto do Brasil) é um verdadeiro "pé no saco". Qual é o verdadeiro significado do "amigo secreto"? Se medisserem que é "a confraternização entre amigos no trabalho", digo-lhes que isso é mentira. Lá no trampo mesmo, o amigo secreto é simplesmente um "já que todo mundo participa, eu também participo". Ninguém quer realmente agradar o próximo, mas quer agradar a si mesmo. Todos pensam mais em "será que vou receber um presente que pague o tanto que gastei com o presente que comprei"? Sinceramente, eu não vou pedir nada. Aquele que metirar, dê o que quiser, o que achar melhor. Eu vou comprar um presente o qual imagino que a pessoa que eu tirei vá gostar. Ela também não pediu nada naquela lista infeliz em que o idiota do Ulisses (pleonasmo) pediu, achando que estava fazendo a piada mais engraçada do mundo, uma "brasília 66" (hahaha...) É isso mesmo o que parece: a cada ano que passa eu fico co mais nojo desse "carnaval natalino" que temos aqui. Amigos, só se estivermos sendo amigos de maneira secreta, mesmo, porque o que eu vejo são "inimigos explícitos"...

MAIS DE 300 ACESSOS/ANO: UM RECORDE PESSOAL

Em primeiro lugar, gostaria de agradecer os mais de 300 acessos que recebi este ano no meu blog. Obrigado, mesmo, ainda que sejam leitores "fantasmas", os quais não se identificam, nunca deixam comentários, mas que pelo menos olham minha foto quando entram na página mesmo que seja por engano (até porque acho que seria muito que quase uma pessoa por dia acessasse meu blog por engano). Obrigado mais uma vez, pois esse é um recorde quebrado para mim.

08 novembro 2005

O ano está acabando.

O ano está acabando, mais uma vez.
 
Agora vem aquele tempo em que a hipocrisia rola solta: é vizinho beijando vizinho, irmão que brigou "se reconciliando", casais que se odeiam se beijando e se amando. E todos dizendo "ano que vem será diferente".
 
Porém sabemos que tudo será como é hoje, nada mudará...
 
Em vez de ser hipócrita, tente ser mais verdadeiro consigo e com os outros.
 
Em vez de esperar o dia 1º para falar com o vizinho com quem você brigou o ano inteiro, começe hoje a desenvolver habitos socialmente mais higiênicos: limpe a sua calçada e a dele, mas sem mentira. Tente fazer de uma forma natural, e com vontade.
 
O filósofo e apóstolo cristão Paulo de Tarso disse que Deus gosta daqueles que doam com alegria. Doe-se, para as pessoas, mas sem ter um peso nas costas ao fazê-lo. De nada adianta oferecer flores se por trás do ramalhete esconde-se um canivete!
 
Por fim, e mais precisamente aos cristãos amigos meus: por que você só deixa para lembrar de Cristo, ou falar dEle, apenas no Natal (e eu, muitas vezes, mereço ler minhas próprias palavras)? Aproveitemos cada momento para passar aos homens a mensagem de esperança, amor, paz, luz e união (parece "As Portas da Esperança", rsrsrs...) que o Senhor deixou para os que O amam antes de subir aos seus. Falemos dEle a todo momento, pois Ele faz aniversário todos os dias, e não apenas no Natal.
 
Acho que é isso.
 
PS.: Aos meus amigos e visitantes de outras religiões: não deixem de espalhar a bondade e o amor de todas as formas, independente de sua crença: ajude alguém, doe sangue, beije o seu caozinho, sei lá... Mas faça açgo positivo.
 
Deixo aqui uma frase de George Orwell, grande escritor britânico da primeira metade do século 20:
 
"To see what is in front of one's nose needs a constant struggle."
(Enxergar o que se está na frente do nariz requer um esforço grande e constante.)
 
Beijos, e até mais.
 
Em breve: entrevista com "As I Lay Dying".
 
Visite também:

03 novembro 2005

Bush diz que tem "mesmos objetivos" de Lula

Segundo matéria publicada no jornal "Folha on line

" ontem, 02/11/2005, às 10h29, o presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, disse em entrevista a um grupo de jornalistas latinos que ele e o presidente Luiz Inácio Lula da Silva têm os mesmos objetivos.

Eu realmente acho que Bush está certo. Lula, assim como Bush o fez, busca uma reeleição a todo custo. Lula também tem ligações, ainda que indiretas, como muitos escândalos, assim como Bush, no seu mundo de faz de contas (leia-se EUA). Ambos querem subjugar a população, mantendo um alto número de desempregados e uma educação deficiente — embora isso não seja privilégio apenas de Bush ou de Lula; todo presidente ou líder "que se preze" deve destruir o povo e satisfazer a vontade dos burgueses e poderosos...

Pode ser que eu esteja errado — e eu quero estar —, mas o que presenciaremos nos próximos dias será a vitória, mais uma vez, das forças do "Satã Ocidental Capitalista" sobre esse pobre país rico. Veremos também o Brasil mais uma vez ser odiado por toda a América do Sul. Não é de hoje que os nossos "hermanos" nos enxergam como tiranos, e a partir desse mês, seremos mais do que nunca tidos como dominadores e desgraçados yankees que falam português.

Enquanto isso, como diz uma pichação na Paulista, "A Periferia Segue Sangrando..."

01 novembro 2005

Stryper: renascendo de uma maneira bem mais modesta do que o esperado.

O Stryper está fazendo uma turnê pelos Estados Unidos, porém eles estão longe dos grandes palcos. Agora eles tocam apenas em pequenas igrejas, com exibições acústicas de grandes sucessos. Isso é bom para que o novo baixista, Tracy Ferrie, vá se acostumando aos poucos a uma grande banda, embora eu pense que o Stryper nunca mais será o mesmo. Ferrie tem trinta e oito anos, já tocou com Dez Dickerson (nome conhecido dos mais antigos na cena), tentou tocar duas vezes no Whitecross, sentindo a reprovação de Rex Carroll. Depois disso, tocou numa banda chamada Seriah. e num belo dia seu currículo foi parar nas mãos de Michael Sweet, que o convocou para tocar na banda.
Em breve trarei a tradução da entrevista feita pelo site http://www.stryper.com, onde você pode obter mais informações sobre o novo disco do Stryper, Reborn, e mais informações sobre a banda e turnês.
 
Até mais.

12 outubro 2005

Wallace e Gromit - A Batalha dos Vegetais (Wallace & Gromit - Curse of the Were-Rabbit)

Vérspera de Feriado,... ...depois de uma aula chata (teve prova - quer mais chatísse do que isso?!), como eu havia premeditado durante todo o dia, arrastei a Sandra para o cinema (como se isso fosse difícil : é o mesmo que oferecer açucar à formiga...). Chegamos ao cinema por volta das dez e meia. A sessão era à 00h25. Compramos os ingressos e fomos para o saguão do Cinemark. Ah, sim, estávamos, pra variar, no Shopping D. Diga-se de passagem, parece que o atendimento no Cinemark de lá cai em vésperas de feriado. Também, pudera: imagine-se tendo que trabalhar até às 2 da matina, enquanto pessoas se divertem, pensando no dia seguinte — ter que trabalhar no feriado. Ninguém agüenta. Queríamos cachorro-quente. Não tinha. Pão de queijo? Acabou. Bom, pelo menos tinha café (aguado, mas tinha). Depois de uma hora e quarenta esperando o horário do filme, compramos a pipoca (encharcada com aquele líquido oleoso que eles insistem em chamar de "manteiga", o qual me dá uma dor de barriga e enjôos) e fomos para a sala. Eu já fui em sessões vazias, mas aquilo nunca acontecera comigo: uma sala vazia, SÓ PARA MIM E PARA MINHA NOIVA. Ueeeba, foi uma maravilha. Parecia que eu estava na sala de casa, com o sistema de home theater do Bill Gates. Eu assisti, comentei sobre o filme, e ninguém me mandou calar a boca. (Nem a Sandra, rsrsrs...) O filme? Bom, não é nada muito espantoso, não há técnicas miraculosas de gênios da animação gráfica, o Mike Myers (ou o — sic — Bussunda) não "emprestou" sua voz para o desenho, ná há burros que contam piadas como o Edie Murphy, mas há o que Ogro nenhum nunca terá: simplicidade e alma! Isto mesmo, Gromit, embora não passe de uma careta com dois olhos, consegue exprimir-se de maneira invejável, passando um sentimentalismo e emotividade incríveis, fazendo com que demos boas gargalhadas e ainda conseguindo nos sensibilizar a respeito da matança de animais. O cenário é a Inglaterra, numa cidade onde, dentro de alguns dias, ocorrerá uma competição de vegetais: os maiores vegetais serão premiados. Porém uma praga de coelhos ataca a cidade e Wallace e seu fiel companheiro Gromit (ou seria ao contrário?) estão incumbidos de acabar com a praga. Porém no meio dessa confusão, algo muito estranho e assustador acontece, e Gromit te que tentar estabelecer a ordem daquela cidade. Além do desenho ser muito bom, a DreamWorks decidiu nos presentear (ou decidiu nos dar o que nós merecemos pelo preço que pagamos), exibindo o desenho dos "Pingüins de Madagascar". Isso mesmo, os pingüins reacionários do desenho Madagascar estão num super curta muito engraçado, exibido antes de W&G. Fica aí a dica, então: quem está a fim de dar algumas boas gargalhadas sem piadas de duplo sentido e com muita simplicidade não pode deixar de assitir "Wallace e Gromit - A Batalha dos vegetais).

29 setembro 2005

MÊS DO REAL HIPHOP - Blackêra total na Galeria Olido

Pra você que curte muito black, o mês de outubro será cheio de atrações na Galeria Olido. Desde oficinas que abordam o tema da música black eletrônica até apresentações de SP FUNK, MUNHOZ, PREGADOR LUO - APOCALIPSE 16, TIO FRESH - SANDRÃO e SOMBRA. Quem quiser mais informações, acesse http://www.realhiphop.com.br/mes/

25 setembro 2005

Tramavirtual e Speedy lançam concurso de bandas em nível nacional.

A Trama, por meio de sua rede de artistas independentes — Trama Virtual —, que há algum tempo vem dando espaço aos novos artistas para hospedagem e divulgação do seu trabalho, juntamente à Telefonica estão promovendo o Concurso Speedy Experience, a qual parece ser uma boa oportunidade para novas bandas e músicos marginais brasileiros. O site Trama Virtual abriga hoje cerca de 17 mil músicos independentes, oferecendo espaço para fotos, MP3 e outros. Quem quiser se inscrever no concurso, basta acessar o link http://www.tramavirtual.com.br/concursoBandas/filtro.jsp, preencher o cadastro da sua banda na Trama Virtual, caso ainda não o tenha feito, ensaiar e cruzar os dedos — ou orar, para os cristãos. O prêmio consiste em um super computador turbinado para produzir música, mais camisetas e postais da sua banda. Porém, é necessário correr, pois o prazo de inscrição vai só até dia 09/10/2005 (daqui 14 dias).

purevolume™ | No Innocent Victim -To Burn Again

É isso aí, fãs do bom e velho hardcore. O N.I.V. está com o lançamento do novo trabalho marcado para ir às lojas gringas em 8 novembro deste ano (sem previsão de lançamento por aqui, infelizmente). O novo álbum chama-se "To Burn Again" e vem recheado do que a banda sabe fazer de melhor: hardcore de primeira, irado e sem muita "emoção" (Graças a Deus!). Para conferir a faixa título, e só visitar http://www.purevolume.com/noinnocentvictim. Além de ouvir este e outros sons, também é possível ler o que outras bandas dizem sobre os caras, como por exemplo, Roger Miret, do lendário Agnostic Front, que diz "É maravilhoso ver uma das principais bandas da Costa Oeste dos EUA de volta à cena. Eles são uma banda que inspira a muitos, sem contar que são grandes amigos meus" Vale a pena conferir!

Metallica ainda não descobre que tipo de bicho é e decide pedir ajuda a Bart Simpson

Depois de receber diversas estrelas do rock em sua cidade — The Who, Cypress Hill, U2, só pra citar alguns —, Bart agora recebe os 'metaleiros' mais mal sucedidos — musicalmente falando — do rock'n'roll maistream em sua cidade. O quarteto já está gravando suas falas e o episódio irá ao ar provavelmente em maio do ano que vem (2006).
Quem quiser, pode ver mais fotos dos caras dublando eles mesmo no site oficial da banda.

11 setembro 2005

Project 86

E os grotos de Orange County estão para lançar novo CD pela Toth and Nail Records entitulado "...And The Rest Will Follow" (2005). Não, não estou falando de "The O.C. SUpertones. Dessa vez estamos falando de "Project 86". Os caras excursinaram nos EUA com muita gente, desde POD até Linkin Park, e vêm ganhando espaço tanto entre os jovens como entre a galera que curte a velha escola. Acessando o site da "Pure Volume"
http://www.purevolume.com/project86/music" é possível ouvir sons deste novo trampo e sons do trampo anterior (Songs To Burn Your Bridges By-2004), ler uma nota oficial, conhecer mais sobre a banda e tirar sua próprias conclusões.
olha a careta dos caras...

04 setembro 2005

Antidemon no Velho Mundo - República Tcheca e Alemanha

E aí, pessoal. O Antidemon continua sua Turnê pela Europa. O Batista (v/b) mandou uma carta para a galera da Comunidade Zadoque na semana passada (28/08) dizendo que tocou em vários barzinhos da República Tcheca (Ex URSS), um lugar em que a galera abomina a idéia de Deus, mas que a receptividade foi muito boa. Disse também que tocou na Alemanha com equipamento super precário (ele cantou com um megafone preso num pedestal), mas que tudo saiu da maneira como Deus quis. O mais importante de tudo, muitas almas aceitaram Jesus. Antes disso, no dia 9/08, recebi um email do Wander (que viajou junto com a banda) dizendo que o show na Itália foi chapado, pois Deus pôde fazer muitos milagres através do Batista. Antes disso o Batista já tinha dito que muitos jovens aceitaram Jesus, e que era a primeira vez que os cristão estavam vendo aquilo. O Wander ainda acrescentou que no festival Freak Stock (Alemanha), 7.000 pessoas levantaram as mãos para mudar de vida!!! Não vejo a hora de que eles voltem (acho que todos aguardamos por isso!) e contem tudo na íntegra. Estamos com saudades, e eles disseram o mesmo. Quem quiser ver fotos do Antidemon na República Tcheca e na Alemanha é so clicar nos links abaixo, ou nos links na barra lateral deste Blog. República Tcheca Alemanha Até mais, galera!!!

Eu amo este mundo

Eu amo este mundo. Amo-o com cada alegria, cada tristeza, cada defeito e cada perfeição. Apesar de todas as catástrofes, tudo o que acontece no Congresso ou nos países do Oriente Médio. Apesar de existir a família Bush, apesar das Bombas de Hiroshima e Nagasaki, eu amo este mundo. Amo porque foi um sonho, um sonho que se tornou realidade. Um dia tudo isso não exixstia, e um Deus Soberano o criou para que fosse cheio de vida. Colocou animais, árvores, montanhas e mares neste lugar, estrelas, planetas e a imensidão do céu para que nós pudessemos aproveitar. É claro que existe gente a fim de acabar com tudo isso, mas e daí? Toda festa tem seu chato...

Fascinação (F. D. Marchetti/M. de Feraudy)

Os sonhos mais lindos sonhei, De quimeras mil um castelo ergui, E no teu olhar, tonto de emoção, Com sofreguidão mil venturas previ...

O teu corpo é luz, sedução, Poema divino cheio de esplendor, Teu sorriso prende, inebria, entontece, És fascinação, amor!

As Surpresas do Mundo

O Mundo é surpreendente. Nunca se sabe o que vamos encontrar amanhã, ou hoje daqui a pouco. Muitas vezes um fato inusitado mina toda a sua força, ou, pelo contrário, coloca-o pra cima animando. Vou postar uma letra que eu acho explica bem o inusitado. Ela é simples, muita gente pode torcer o nariz. E daí? Dane-se o seu nariz, rsrsrsrsrs...

CHICO MINEIRO

Fizemos a úrtima viagem Foi lá pro sertão de Goiás Fui eu e o Chico Mineiro Também foi o capataz Viajamos muitos dias pra chegar em Ouro Fino Aonde passamos a noite numa festa do Divino

A festa estava tão boa mas antes não tivesse ido o Chico foi baleado por um homem desconhecido. Larguei de comprar boiada. Mataram meu companheiro. Acabou-se o som da viola, acabou-se o Chico Mineiro.

Depois daquela tragédia fiquei mais aborrecido. Não sabia da nossa amizade porque nós dois era unido. Quando vi seus documentos me cortou o coração de sabê que o Chico Mineiro era meu legítimo irmão.

Pensamentos e Sentimentos

No último mês meus sentimentos tentaram me enlouquecer. Eu pensei, pensei, e descobri que sentimentos são assim: não têm causa e nem motivo, mas estão lá, para guiar a sua vida para a redenção ou perdição, basta você escolher. Vou deixar alguns versos que escrevi nesta minha descida ao inferno.

Sentimentos são estranhos. Feridas que doem e não são vistas, Expostas, latejando e causando sofrimento; Assim são os sentimentos.

Não se conhece a causa, Conhece-se apenas os sintomas. Seu diagnóstico é incerto, Complicado.

Pode levar à morte, Ou à redenção e cura, Sentimentos são assim, Sentidos, estranhos.

23 agosto 2005

Por quê?

Por que lutar todos os dias? Sempre estamos guerreando contra nossos medos. Com o tempo descobrimos que nossos desafios vêm de nós mesmos. Nossos obstáculos são nossos próprios desejos: desejo de ficar rico, de ter uma casa nova, de casar, de encontrar um novo amigo, de comer em demasia, e de muitos outros anseios que nos tiram o sono.
Se em vez de lutar fôssemos espertos o bastante para deixar que Deus cuidasse de nós teríamos mais tempo para aproveitar a vida e cuidarmos das nossas reais necessidade. Lembre-se: Deus é o "Deus dos Impossíveis": faça apenas o POSSÍVEL, e deixe que ELE faça o impossível por você.

O Messias do Mal

Este último fim de semana foi sufocante.

Perdi um trabalho de uma semana com um pequeno pressionar de "delete" e tive que virar as madrugadas sáb>dom>seg trampando pra recuperar o "trampo perdido". Porém nem tudo foi espinhos.

Fui para a casa da minha sogra (não, eu não odeio a minha sogra. Pelo contrário: gosto muito dela. É uma mãe em todos os sentidos). Cheguei lá e a minha cunhada alugara alguns filmes. Um deles, o qual assisti, é "O Messias do Mal" (Savage Messiah, Canada, 2002, Cor).
Li a sinopse do filme e pensei: trata-se de mais um filminho medíocre querendo aparecer. Mas quando comecei a assistir ví que era bem diferente, que era um filme que, por trás da roupagem drama/terror, fazia com que pensássemos o quão destrutivo pode ser o homem quando tomado por suas convicções.


O filme conta a história, baseado em fatos, de "Moisés" (Luc Picard), líder de um culto estranho chamado Roch Thérault (uma comunidade aparentemente hippie/cristã) e de suas concubinas e filhos que aparentemente levam uma vida normal, até que a assistente social Paula Jackson (Polly Walker) visita a comunidade e passa a desconfiar dos habitos nada ortodoxos dos seus membros. A partir de então começa uma luta para que Paula possa libertar oito mulheres e 26 crianças do aprisionamento físico e mental a que são submetidos.

Com um ritmo empolgante, que por vezes chega a dar pânico e desespero pela forma como o líder trata os seus seguidores, o filme merece destaque no seu fim de semana; vai ser bem mais proveitoso do que assistir Faustão e Cia.



Olha aí o poster do filme. A cara do cidadão é intrigante, não é?


Olha aí o "todo-poderoso" (Luc Picard) sentado no seu trono no meio do nada.


E esta aí é a "salvadora da pátria" (Polly Walker)


20 agosto 2005

Por que pensar no amanhã.

Por que perdermos tempo pensando no amanhã, se ontem gastamos nossos minutos pensando em hoje e não conseguimos evitá-lo. Nas palavras de Cristo, "basta a cada dia o seu mal". E lá se foi um Sábado mal aproveitado, trabalhando. Até mais.

Quando Tudo parece Estar Errado

Acordei. Percebi que estava com dores e não agüentava levantar da cama. Fui sofregamente arrastando-me ao banheiro, deixando a água cair sobre o corpo, abrindo os olhos lentamente. Muita dor, ainda. Troquei-me. Fui ao ponto de ônibus. O miserável demorou tanto que eu decidi pegar outro ônibus para ir mais rápido. Resumindo esta viagem: cheguei uma hora mais tarde no serviço. Sentei em frente ao computador e fui "adiantar" meu trabalho. Sem quere, deletei de forma permanente todo o meu trabalho de uma semana e meia. Isso significa que terei que refazer tudo no fim de semana, pois tenho que entregar o trabalho segunda de manhã. Ainda morrendo de dor de cabeça. Fui almoçar. Comprei um Epocler e consegui resolver metade das minhas dores: a outa metade perdura até sabe lá Deus quando. Mesmo assim, me sinto um vencedor. Estou vivo e respirando. Agradeço a Deus por isso. Todas as vezes que você pensa que tudo está errado e que não deveria sair da cama naquele dia, lembre-se que você tem um deus que o ama e que está acima de todos os problemas, que lhe dá vida e o consola. Lembre-se que o erro é uma forma de aprendizado muito dura, mas que contribui muito para sua formação, afinal, tudo coopera para o Bem dos que amam a Deus (você não o ama?). Espero que o meu dia (e o seu) melhore, mas se não melhorar, tentarei tirar proveito dele o máximo possível. Tenham um ótimo fim de semana, mesmo se estiverem trabalhando neste Sábado maravilhoso...

17 agosto 2005

Reforma

A igreja passa por momentos turbulentos. De um lado há pentecostais que dizem que os protestantes tradicionais estão pecando ao "negligenciar" os dons do Espírito Santo. Do outro, os tradicionais, que acusam os pentecostais de perder a racionalidade do culto a Deus, tornando-o totalmente emotivo e voltado para apelos materiais, sem uma base fundamentalmente cristã; acusam as igrejas evangélicas de estar propiciando uma "volta a Roma". Há ainda quem defenda que o Cristianismo está acabando, ainda que tenha existido por quase 2000 anos. Vivemos num tempo em que o corpo de Cristo está dividido, em que cada um tenta buscar seus interesses. Erramos porque tentamos tirar de Deus a bênção da salvação (que vem pela fé). Erramos também por sermos tão "cristianamente céticos" ao ponto de não crer que Deus possa usar as pessoas como usava na Igreja Primitiva. Erramos porque fazemos de nossos cultos bacais e saturnalias, movidas pela emoção e pelo êxtase. Porém, se pararmos para pensar, perceberemos que o erro maior é não voltar os olhos para o principal motivo de sermos cristãos. Cristo não nos chamou para sermos doutores segundo o nosso entendimento. Tampouco nos chamou para sermos curandeiros e fazedores de milagres. Não só para isto fomos chamados. O motivo para o nosso chamado é, nas palavras de Isaias, lidas por Jesus no templo, "para anunciar boas novas aos pobres; proclamar libertação aos cativos, e restauração da vista aos cegos, para pôr em liberdade os oprimidos, e para proclamar o ano aceitável do Senhor." (Lucas 4:18 e 19). Somente quando percebermos que a nossa missão é levar Jesus às pessoas, e junto com ele tudo o que ele oferece — paz, salvação, alegria, ânimo para enfrentar as lutas e alívio para a alma —, é que poderemos dizer que a igreja está sofrendo uma reforma verdadeira. Não quero a reforma da letra, movida por interesses políticos e doutrinários. Não quero uma reforma sangrenta, que queima hereges e afoga papistas. Não quero o sangue de Lutero e nem de Leão sobre as minhas vestes. Quero o sangue do Cordeiro de Deus, Aquele que tira o pecado do mundo, para que eu possa, por meio da fé, gozar uma vida feliz e sem culpas, pois "Não há mais condenação para os que vivem com Jesus Cristo, porque a lei do Espírito da Vida, em Cristo Jesus, nos livrou da lei do pecado e da morte.../... Pois não andamos mais segundo aquilo que queremos fazer, mas segundo a vontade de Deus por meio do seu Espírito."
(Romanos 8:1,4; adaptação minha)

16 agosto 2005

A Essência do que se escreve

Pôxa, todos os dias penso em escrever algo, mas não sei o que escrever. talvez se pensasse no meu dia e passasse a colocar os pensamentos no papel conseguiria preencher algumas linha. Aí penso: "minha vida é tão boba que ninguém se interessará por ela". Paro. Outro dia ouvi dizer que as pessoas escrevem do que há dentro delas. Talvez seja por isso que eu não escreva. Estou muito amargurado com a condição do meu país, da minha vida, da vida dos que mecercam que se fosse colocar para fora os meus sentimentos talvez explodisse uma guerra. olho para o mundo e não vejo saída: é mensalão, dinheiro na cueca, um presidente corrupto e impotente, que mentiu para o povo deixando-os indignados e desenganados. Se paro para pensar na minha vida, nada do que busco ainda se concretizou. Estou numa idade em que nada está bom. E olha que eu nem sou biologicamente adolescente. Estou com 25, mas meus sentimentos estão confusos. às vezes quero chorar, outras vezes gritar e xingar. no próximo minuto estou a fim de dormir. Tudo a minha volta gira, meus sentimentos parecem um turbilhão, e olha que eu nem tenho 40... Se a vida parece uma montanha russa, o meu carrinho está descendo e não tem hora para subir. Assim eu vou vivendo, caminhando, buscando um meio de sobreviver. Hoje eu estou assim, e amanhã? Bom, amanhã é outro dia. Tchau.

14 agosto 2005

Força Sindical e as Manifestações contra a Corrupção

Os cachorrinhos do governo, os que fazem de conta que são contra mas são a favor, os que criaram Lula e Cia. estão latindo mais uma vez. Agora dizem que farão passeatas contra a corrupção (clique para ler a matéria do folhaonline.com do Domingo, 14/08/2005). Eles, que não fazem nada pela nação estão querendo "passar um pano" na situação e mostrar que estão muito preocupados. Isto pra mim não passa de "engambelação" ao povo brasileiro. Mas é assim mesmo: quando o povo não toma atitudes os próprios cães tentam fazer algo. Está na hora de o povo organizar-se para fazer algo. Tenhamos como exemplo os estudantes do Paraná que lutaram e conseguiram um passe de ônibus mais barato e digno.

A Terra dos Mortos

Estava passeando ontem (sábado) no centro de SP e resolvi, depois de visitar alguns sebos, comprar um CD ao vivo de Benny Goodman (um deus do Jazz) e um vinil canadense de "The Joshua Tree" do U2, decidimos, eu e minha noiva, darmos uma esticada até o Shopping D para assistir alguma coisa. Confesso que estava meio quebrado, com dor de cabeça (pra variar), mas não queria voltar para casa. Não me considero um cinéfilo, pois ainda tenho muito o que assitir dos clássicos, mas eu posso dizer que gosto de cinema pacas. Chegando ao Shopping, não sabiamos o que assistir. Eu sugeri "Água Negra", mas minha noiva (daqui pra frente denominada "Sandra") disse que estava cansada de tomar sustos à toa — em se tratando de um filme do mesmo roteirista de "O Chamado", ela estava certa. Então decidimos assistir algo mais "light": "A Terra dos Mortos" (Land of the Dead). Eu pensei que este fosse a continuação de "A Madrugada dos Mortos" (Down of the Dead), mas eu estava errado. Tratava-se de uma continuação originada em "A Noite dos Mortos-vivos" (1968). Até que para os últimos filmes de terror lançados, o desempenho deste é razoável. Não tem nada de especial nele, mas eu gostei de como os zumbis são tratados. Eles seriam como se fossem os marginalizados das nossas cidades, os quais são um pouco perigosos, mas por não pensarem, servem de "animadores" da sociedade, sendo humilhados e caçados. O enredo do filme é o seguinte: a Terra foi dominada por zumbis e apenas uma cidade restou, onde seres humanos vivem cercados por muros e um duvidoso esquema de segurança. Porém mesmo sendo poucos, os humanos não conseguem se unir, criando luta de classes e vendo os mais ricos morarem em luxuosos apartamentos em quanto a maioria vive nas ruas. Os zumbis não davam muito problema, até que um deles, pasmem, começou a PENSAR. Aí o caos se formou. Acho que isto é uma alegoria com os nossos dias. A população vive massacrada e destruida. a coisa só vai melhorar quando sairmos deste estado de torpor no qual nos prendemos e passarmos a descobrir nossa qualidade intelectual. O filme tem seus praxes, como banhos de sangue e mortos comendo gente, mas até que vale umas boas gargalhadas e uma reflexãozinha básica.
Para uma resenha "de verdade, acesse http://www.aol.com.br/filmes/fornecedores/rts/2005/07/21/0006.adp

O Dia Dos Pais

Pessoal, tudo bem? Hoje já iniciou-se o "Dia dos Pais". Gostaria de aproveitar este Blog e deixar minha homenagem ao maior dos homens, o Meu Pai, Paulo Victor da Silva. (pena que não tenho fotos digitalizadas dele aqui...) A ele que sempre foi um exemplo de homem, amigo, ser humano. Um homem sem igual, que ainda que ande em meio às dificuldades, sempre arranja um jeito de dar a volta por cima, sempre arranja uma forma de driblar a difculdade e mostrar como é mais fácil quando se acredita. Pai, é para você esta mensagem. Bom, pessoal, agora só falta eu criar coragem e falar isso pra ele, afinal, ele nunca lerá esta mensagem aqui, mas eu a deixo também como homenagem a todos os pais que passarem por aqui. Um beijo a todos, e fiquem com Deus.

07 agosto 2005

Sonâmbulos

Cá estou eu, mais uma vez, fazendo o que não devia, passando mais uma noite em claro, digitando e perdendo meu tempo.

Hoje estou com vontade de falar sobre um problema que sempre que discutido, principalmente entre cristãos, tem criado muita polêmica, e particularmente a mim tem gerado uma discórdia chata.

Ontem (Sábado) fui convidado a me retirar da comunidade do Orkut que leva o nome da igreja da qual eu sou membro (a sber, Comunidade Zadoque) com a alegação de que eu estava ofendendo as pessoas com as minhas bobagens. Tudo porque um irmão postou um tópico com o título "Diga Não ao Casamento Homossexual". Neste tópico ele deixava um link para que todos os cristão "realmente preocupados com o país" acessacem e assinasse um abaixo-assinado a fim de proibir a legalização da união estável entre pessoas do mesmo sexo. A discórdia surgiu quando eu disse que era contra este tipo de intervenção legal, e que eu ahcava que o casamento homossexual deveria ser aceito civilmente, uma vez que o estado diz ser "laico". A partir de então passei a ser tachado de "protetor dos sodomitas", "conivente com a sodomia", etc.

Pessoal, eu não sou um santo, mas me deixem explicar o que eu disse em poucas palavras.

Eu acho que uma pessoa quando constrói um patrimônio com a outra tem todo o direito de herdar a parte do seu parceiro, independente de ser do mesmo sexo ou não, pois é muito ruim você construir algo com ma pessoa e depois que esta morre vir a sua família e levar tudo embora e você ficar com uma mão na fente e outra atrás. Disse isso porque, primeiro, acho que isto seria certo, uma vez que temos diversidade de religiões, dentre elas religiões africanas que aceitam o homossexualismo numa boa. Assim, cada religião estaria livre para fazer o que quisesse. Desta forma também acabaríamos com uma falsa hipocrisia que existe dentro da igreja, de querer tampar o sol com a peneira e dizer que dentro de suas paredes não há nada de errado, uma vez que sabemos que isto não é verdade. Sabemos mesmo que não seja legal, muitos irmãos dentro da igreja têm tendências homossexuais. Podemos ver isso no seu comportamnto, na sua face. Acho que muuito "pseudo-irmão" sairia do armário no dia após a aprovação da lei da união de homossexuais!

Disse tudo isso porque não creio que leis façam alguém mudar de atitude. Tudo o que é proibido, as pessoas praticam com muito mais vontade. Homossexuais sempre fizeram sexo e não passaram a fazer mais só porque uma lei foi aprovada. Eles não mudarão de conduta por meio de uma lei. Eles apenas mudarão quando tiverem um verdadeiro encontro com Jesus Cristo, e isso nenhum homem e nemhuma lei pode proporcionar, apenas o Espírito Santo.

Pessoal, vou parar por aqui porque já estou morrendo de sono, mas com tempo vou copiar tudo o que escrevi no Orkut, revisar e postar aqui, assim saberão um pouco mais de mim e não falarão que "se decepcionaram comigo", o que, aliás, não me preocupa nem um pouco. Eu quero mai é que se decepcionem comigo, mesmo, pois eu não quero nenhum admirador nem puxa-saco do meu lado. Se eu puder desapontar a todos e fazer a vontade de Deus, é por esse caminho que irei. Um abraço a todos e até mais.

Bloga da banda Jc in da House

Agora você já pode visitar o Blog da minha banda, JC in da House. Para quem não sabe, sou baterista e MC de uma banda de hip hop experimental chamada JC in da House. Acesse e conheça mais. http://www.jcindahouse.blogspot.com

24 julho 2005

Muito tempo sem escrever / A long time without writing

Oi, pessoal, faz tempo que não escrevo aqui. estou de férias da faculdade, mas nem por isso estou descansando. Hi, buddies, it's been a long time since the last time I wrote here. I'm on university vacation, but I'm not taking a rest. Este mês muita coisa legal aconteceu. Estive tocando com o Jc in da House muitas vezes. Pudemos visitar Santa Bárbara d'Oeste, a igreja que o Sydney toma conta, e ficamos maravilhados em ver como aquela meia dúzia de gente tem fé. Lembrei muito de como nós, da Zadoque de São Paulo, começamos. this month many cool things happen'd. I've been playin' a lot wiht Jc in da House. We was in Santa Barbara d'Oeste (a Brazilian city in Sao Paulo State Outback), the church that Sydney takes care (Sidney is a Zadoque presbiter), and we got amazed with the faith of that couple of people. It remind me the spring of Sao Paulo Zadoque Headquarters. Lembrei-me de quando estávamos reunidos no lixão de uma das maiores igrejas do Brasil, e que fizemos uma reunião que foi muito triste, pois estávamos, aparentemente, perdendo a chance de realizar um sonho. O Pastor Batista e a Pastora Elke, até então presbíteros, nos disseram que iriam sair da igreja em que estávamos por alguns motivos que, na época eram óbvios, e que continaríam fazendo reuniões na casa do pai do Batista. It remind me when we was together in front of the trash disposit of one of the biggest Brazilian churches. We was in a very sad meeting, cuz we are, we though, loosing the chance of realize a dream. Pastors Batista and Elke told us that they are leaving that church for, in that time, obvious motives, and that they would continue meeting at Batista father's home. Depois de um tempo sem ir à igreja decidi ir até esta reunião. Era longe da minha casa, eu demorava mais de quatro horas para ir até lá, mas foram momentos que me fizeram muito próximo do povo que hoje eu chamo de "irmãos". Não tinhamos nada, e fomos crescendo. Fomos nos ajudando, até conseguimos mudar daquela casa para um salão na região central de São Paulo. After a couple months without attending at any church I decided to go to the Pastor Batista meeting. It was too away from my home, I spent 4 hours in the trip to go there, it was a moment that made me so together with the peolple that I would call "brethren". We have nothing, but we "got adult". We helped each other, so we could move up from that home to a place in São Paulo Down Town Region. Lembrar disso me acrescentou a fé. Me mostrou como eu, junto com outros, pude passar pelas dificuldades e vencer. Como, com fé, tudo é possível. Paremos de olhar para as nossas dificuldades. Paremos e olhemos um pouco para trás. Veremos que Deus já realizou muito por nós. O nosso passado é como um fertilizante. Que possamos crescer cada vez mais por meio da fé e dos exemplos do passado. Reminding it increased my faith. It show'd me how I, with others, could pass thru the difficulties and win. Let's stop looking to to the troubles. Let's stop and take a look back. So we'll see the much that God's made for us. Past is like a fertilizer. That we can grown up more and more by our faith and by the example from the past times.

22 abril 2005

This One is for The Mom.

I would like to apologize myself to my Brazilian and non English readers, but this time I have to write in English to express myself to somebody was very important in my life. By all these four years, since I visited UK, I've never written anything about the time I was there. There was a good time, a time of lazyness (it's cuz I was on vacation). I met lots of people that I'll forget anymore: Britishes, Arabians, Germans, Frenches, Spanishes, Arabians, Chineses, Coreans. With them I could understand many different cultures and ways of thinking. I could learn being less racist (of course every human being is racist); I learnt that not the Arabian, or not the Russian, is crazy, but someones of every people are bad and others are not. It was school for me. I could of course understand and learn about British people too. I learnt that they commonly kill themselves when they are sad, that they get extremelly sick of the winter so they can do nothing than be in their homes (it's boring a lot). Of course I learnt that Brithish people can be very friends. In deed, I didn't learn it from every Britosh I met. I did learn it from one woman. She Tought us (me and my fiancee) that we can smile everytime we want, cuz she was everyday smiling. We could know her plays, like solving puzzles. She was the one that made us fell ourselves as in our home. She gave us all support we needed and untill today we have got many good laughs with her emails. Her name is Christina, a so valuable woman whose the name we keep in constant praying and that we hope to see again. This message is for you, mum. Thank you for everything you have made for us. Amauri & Sandra.

21 abril 2005

Amigos

Mal nos conhecemos Inauguramos a palavra amigo! Amigo é um sorriso De boca em boca, Um olhar bem limpo Uma casa, mesmo modesta, que se oferece. Um coração pronto a pulsar Na nossa mão! Amigo (recordam-se, vocês aí, Escrupulosos detritos?) Amigo é o contrário de inimigo! Amigo é o erro corrigido, Não o erro perseguido, explorado. É a verdade partilhada, praticada. Amigo é a solidão derrotada! Amigo é uma grande tarefa, Um trabalho sem fim, Um espaço útil, um tempo fértil, Amigo vai ser, é já uma grande festa! Alexandre O'Neill

13 abril 2005

Quarta-feira

Trabalhando que nem um "cãodenado", entrando no trampo às 7:30 da madruga e saindo às 7 da noite, fazendo mil trabalhos da facul, mas ainda vivo. E a tendência é piorar... Sem citar o fato de estar dormindo noite sim, noite não. Por causa disto estou ficando descerebrado...

10 abril 2005

...E serão uma só carne...

Estava olhando umas fotos aqui e achei essa bem interessante. Na medida do possível colocarei mais. Essa é pra mostrar como somos "quase" um: dividimos até a touca, rsrsrsrs... Até mais, galera. Bijos santos Posted by Hello
O ídolo da minha infância.... Posted by Hello

30 março 2005

A Arte de Representar

Escrever, escrever, escrever. Gostaria de escrever, mas não tenho nada para falar... Então continuarei lendo. Quem sabe uma hora eu tenha algo para contar. Com por exemplo contar sobre a minha vida inventada. Sim, todos nós temos vidas inventadas. Ou você achava que sua vida era um acidente? Toda hora inventamos algo novo. Eu inventei que serei tradutor. por enquanto, na minha vida profissinal, venho vivendo uma invenção que já estou cansado de representar: o papel de revisor de textos. Mas isso fica pra um outro dia. Por agora tenho que dar uma de estudante pra essa loira que inventou de ser minha professora. Até mais. PS: continuo sem comentários. Quem sabe seja porque não tenha leitores... paciência.

27 março 2005

Páscoa

É. A Páscoa já terminou, e quanto nós aproveitamos da data? Será que fomos solidários com o nosso irmão, ou como sempre continuamos olhando para o nosso umbigo, com medo de não receber nosso ovinho, ou com medo de dar ovos de páscoa e não receber um em troca, com medo de que o nosso amor interesseiro não seja correspondido? Espero que você tenha podido estar com a sua família, com seus irmãos, seus amigos, e tenha podido refletir sobre o amor e sobre a entrega, a entrega da sua vida por outra. Afinal, quando damos amor, damos também um pouquinho de nós. Vou deixar alguns versinhos que fiz. Pode ser que haja erros, por favor, perdoem: estou sem tempo e a vontade de passar a mensagem é maior do que a necessidade de revisão. Um abraço e uma ótima semana para todos.
"A morte está tão próxima pretendo não me demorar tenho sede de justiça, e fome de vingança. Não ouvirei minhas vontades, forte, cumpro meu desígnio, não por mim, mas por ti e por aquele que me enviou. A traição, sedição armas de ódio tornadas em armas de amor. Um beijo uma morte uma redenção O fim, o começo fixado num madeiro, trespassado pelos teus erros morri para dar-te vida, Mostrar um sentido."

03 fevereiro 2005

Nada Pra Postar

Ultimamente não estou muito inspirado para escrever. Bom, pra início de conversa, estou muito feliz comigo mesmo. Não porque eu sou muuuuito bom, mas porque Deus tem feito maravilhas na minha vida, uma vez que eu decidi para com algumas palhaçadas na minha vida. Estou muito feliz mesmo! Ainda que eu esteja sem grana, que eu tenha comprado um celular que não funciona e eu não posso nem trocar, porque já passou o prazo de devolução, que eu esteja dormindo quase nada pelo fato de ser um mané que não consgo ir pra cama cedo, mas que no outro dia tenho que acordar cedo; apesar de todas as desventuras na minha vida (e por falar em "desventuras", não assistam "Desventuras em Série", é um lixo), eu só posso dizer uma coisa: estou feliz! Por quê? Bom, pra começar, porque eu estou respirando, tenho uma vida maravilhosa e uma noiva que nme ama. Meus pais me amam, e eu os amo. Nos entendemos muito bem (é claro que já tivemos divergências, mas graças a Deus a adolescência já passou) e sempre estamos prontos a nos ajudar. Fora isso, como se não bastasse, eu tenho uma saúde ótima e, acima de tudo, tenho um Deus que me ama e me compreeende, que enviou seu filho para morrer no meu lugar para que hoje eu tivesse vida abundante. Esse filho é Jesus Cristo. Pra muita gente que me conhece e não tenha percebido, eu sou cristão sim, e eu gostaria muito que você, meu amigo, ou visitante deste blog, que você experimentasse toda a alegria que Jesus Cristo pode proporcionar. Estou falando de jesus, não de um religião. Para ter essa vida abundante, não é necessário um passe de mágicas, não é preciso subir uma escadaria de joelhos e nem mesmo dar todo o seu dinheiro para uma igreja. Basta apenas crer. Entre no seu quarto e diga: "Senhor Deus, eu não o conheço muito bem, mas eu gostaria de provar a vida abundante que você tem pra mim. eu aceito Jesus Cristo, seu filho, como único senhor e salvador da minha vida e prometo segui-lotodos os dias da minha vida. Também convido ao Espírito Sando de Deus que venha sobre a minha vida e me ensine tudo o que preciso saber, me ajudndo a caminhar todos os dias, amém". Depois disso, é só estar com os ouvidos e os sentimentos abertos, pois Deus começará afalar com você, aí você vai ficar uito felilz e terá uma vida renovada. Não estou oferecendo uma vida sem lutas, estou oferecendo uma maneira de enfrentar as lutas de cabeça erguida, e também estou ofrececndo uma vida após a morte, uma vida eterna e plena. Porém, pode ser que você não queira essa vida e prefira ficar como está. Saiba que, pelo menos segundo as crenças cristãs, a vida após amorte não é essa orgia que todo mundo pensa e fantasia, não. Pense bem antes de dizer não, mas também pense bem antes de dizer "sim' pra Jesus. Bom ,já falei demais. Tudo isso foi para dizer que sou feliz, que estou feliz, e qual o motivo desta felicidade. Em breve escreverei mais. Por hora é só. Bye PS.: Comentários são muito bem vindos. Se você quer um link do seusite, blog, flog, etc. no meu blog, indique-o via email e, se possível, providencie um ícone, banner, seilá, pra colocar aqui que assim que possível adiciono o link aqui. Valeu!!!

22 janeiro 2005

Mais uma noite em branco

Eu sei, eu sei: para cada noite em claro envelhecemos pelo menos uma semana além do que envelheceriamos se estivessemos dormindo, não reorganizamos nossos nerônio e por isso não conseguimos pensar muito bem, e mais uma série de outros problemas, eu sei, mas eu simplesmente não consigo dormir e deixar de fazer o que eu quero. E sabe por queê? Porque é a única hora que eu faço o que eu quero, sem que ninguém mande ou "peça educadamente". Desculpem-me aqueles que nunca esperariam ouvir isso de mim, mas atire a primeira pedra... Hoje em dia ninguém mais vive o que deseja, e sim o que a sociedade deseja pra ela. Eu não queria ter que trabalhar o dia inteiro. Por que os cariocas podem ter duas horas do almoço, e alguns ainda saem mais cedo do trabalho e vão até à praia, enquanto eu tenho que trabalhar que nem um condenado para comer o memso que eles, comprar o mesmo que eles? Algo está errado e eu sei o que é. O carioca NÃO É VAGABUNDO! Aqui em SP é que trabalhamos demais! Somos bitolados, doentes por trabalho, viciados em sermos chamados "a locomotiva do Brasil", " o estado mais rico da união", e esses nomes que nos deixam com orgulho de ser paulista. Orgulho de que, peloamordedeus??? Orgulho de morrer de estresse mais rápido que os nossos irmão mais espertos. Sim, mais espertos, porque só um bando de manés como nós pra ter não sei quantas vezes mais ataques do coração que o resto da galera e ter orgulho disso, tenha santa paciência.... Eu amo essa terra fundada pelo Padre Anchieta, mas uma hora a gente explode — literalmente, CABUM!!! — e aí eu quero ver todo mundo se orgulhar... Orgulhar-se de trabalhar é a pior coisa que existe. Não falo mal de quem inventou o trabalho, pois sendo cristão tenho plena consciência de que a labuta foi obra divina. Tenho raiva é dos veículos causadores da praga, leia-se trabalho, Adão e Eva, que caíram na labia da Serpente e trouxeram sobre nós essa maldição. Antes tivessem ficado "de boa", comendo frutas permitidas e regando as plantinhas do Éden, bebendo água da fonte e brincando com os leõezinhos... Tudo isso pra falar que estou cansado, cansado dessa correria, cansado de trabalhar que nem um burro de carga para pessoas que me enxergam como uma ,áquina de corrigir textos. E que se dane os erros deste texto, pois estou escrevendo de uma tacada só e não vou revisar porcaria nenhuma. Quem quiser que revise, mas, por favor, corrija, digitando o texto ceerto, e mande-me por email que euterei o maior prazer de substituir o texto errado... Pois é, um dia agente explode. Acho que hoje eu quase explodi, mas foi apnas uma descargazinha, um desabafo. Graças a Deus que acima de tudo eu tenho uma paz que excede todo o entendimento, como diz a Bíblia. Agora, se eu estou assim, imagina quem não tem paz?? Como diz a galera mais chegada, É MUITA TRETA, JÃO! Esta é a imagem de um tio distante que trabalhou muito. Quer ficar igual a ele? Não? Então pára de trampá, ô retardado!!!!! Agora vou parar; tomar um banho, desconectar a Internet e preparar minha aula de "ingrêis" (não neceessariamente nesta ordem). Tchau, tchau, galera (VÊ SE COMENTA AÊ, BANDO DE MANÉ!!!!!!!!!!!!!)